Arquivo da categoria: Diversão

Velocidade no Kart

Por Priscila Pires

Para aqueles que gostam de corrida, a dica desta semana é reservar uma volta no Kart In – Jaguaré Racing Club, o “maior circuito coberto” do mundo. Preparado?

Para os adultos, o preço varia de acordo com o motor, o dia da semana, o circuito e o horário. Confira os preços:

Motor 5,5hp´s

de 2 a 4 feira – das 14h30 as 17h30 – R$ 49,00 – Circuito Kart In – 800 metros aproximadamente
de 2 a 4 feira – a partir das 18h – R$ 54,00 – Circuito Kart In Super – 1.100 metros aproximadamente
de 5 e 6 feira – das 14h30 as 17h30 – R$ 55,00 – Circuito Kart In – 800 metros aproximadamente
de 5 e 6 feira – a partir das 18h – R$ 59,00 – Circuito Kart In Super – 1.100 metros aproximadamente
Sábados, Domingos, pontes de feriados e feriados – R$ 59,00 – Circuito Kart In – 800 metros aproximadamente

Motor 8,0 hp´s

de 2 a 4 feira – das 14h30 as 17h30 – R$ 72,00 – Circuito Kart In – 800 metros aproximadamente
de 2 a 4 feira – a partir das 18h – R$ 72,00 – Circuito Kart In Super – 1.100 metros aproximadamente
de 5 e 6 feira – das 14h30 as 17h30 – R$ 79,00 – Circuito Kart In – 800 metros aproximadamente
de 5 e 6 feira – a partir das 18 h – R$ 79,00 – Circuito Kart In Super – 1.100 metros aproximadamente
Sábados, Domingos, pontes de feriados e feriados – R$ 79,00 – Circuito Kart In – 800 metros aproximadamente

Para turmas a partir de 14 pilotos, o Kart In Jaguaré Racing Club preparou também algumas promoções, que vão de exclusividade da pista até cortesias. Para saber mais, clique aqui.

"Mercado" e circuito for kids

Há espaço também para as crianças. O circuito de 30 minutos custa R$ 35,00, e é necessário o agendamento prévio, assim como para os circuitos adultos.

Além dos circuitos, o espaço conta também com o autorama, a área de jogos, a lojinha e o mezanino.

Reservas podem ser feitas pela internet, no site.

O Kart In – Jaguaré Racing Club está localizado na Avenida Jaguaré, 1133, próximo à Praça Panamericana. Telefones: 3719-0007 e 3714-4386. E-mail: kartin@kartin.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Diversão, Esporte

AíPod ligado

Por Raphael Scire

Já pensou em escutar músicas de João Gilberto e Lady Gaga em uma mesma apresentação? Pois em “AíPod” isso é possível. Difícil de definir esse show com teatro, ou teatro com show estrelado por Simone Gutierrez e Eduardo Berton, quem também assina a direção e o texto. Após o sucesso como Lurdinha, a secretária muda de “Passione”, novela que acabou no início do mês, Simone volta aos palcos de São Paulo em curta temporada e solta o vozeirão junto com o colega.

Simone Gutierrez e Eduardo Berton

O lado cantora da atriz não é novidade para ninguém – no ano passado, ela protagonizou o musical “Hairspray” – mas ela surpreende a dar um toque diferenciado a clássicos do pop, como a melancólica “Don´t Speak”, do No Doubt. De volta ao espetáculo: “AíPod” trata de uma rádio comandada por dois locutores, a irritada Rita Londres e o alegre Paulinho Correia. As referências ao locutor Eli Correia não ficam apenas no sobrenome. O jeito de falar é quase o mesmo entre o personagem e o locutor real.

Rita e Paulinho trocam farpas ao longo da apresentação. A ideia de adaptar um programa de rádio para os palcos dá combustível à peça. Na hora de tocar os hits da Rádio Rádio, “cento e tantos vírgula um”, Simone e Berton deixam de lado os atores e assumem os cantores que existem dentro deles. A Banda AíPod, formada por 5 músicos, dá o apoio essencial à dupla. Outra sacada genial são as vinhetas da programação, que “entram no ar” enquanto os dois se trocam no palco.

A utilização de telões em que são exibidos clipes e hilários vídeos caseiros feitos por Simone e Berton é uma maneira acertada de ocupar o exíguo espaço cênico, uma vez que a banda ocupa boa parte do tablado. Além disso, duas pequenas câmeras são instaladas no palco, possibilitando ao espectador mais uma forma de assistir ao espetáculo.

“AíPod” está em cartaz no teatro Nair Bello todas as quartas e quintas de fevereiro, às 21h00. Os ingressos custam R$50,00.

Endereço: Rua Frei Caneca, 569  – Tel.:(11)  3472-2414 – Bilheteria: das 14h00 às 21h30 de terça a sábado, e das 14h30 às 19h00 aos domingos.

** O EspelhoSP acompanhou o ensaio aberto da peça a convite da Assessoria Morente Forte

Leia Mais:
A sorte de Simone Gutierrez estava na capital

2 Comentários

Arquivado em Diversão, Música

Reabertura da Biblioteca Mário de Andrade

Por Priscila Pires 

Que tal aproveitar o feriado para conferir a reabertura da Biblioteca Mário de Andrade? A data foi escolhida para celebrar, além dos 457 anos de São Paulo, a diversidade cultural da cidade.

 

Foto: Prefeitura.sp.gov

Hoje, dia 25, a Biblioteca volta a funcionar – em horário especial, das 12h       às 18h -, e quem passar por lá poderá conferir uma programação cultural, com visitas guiadas, lançamentos de livros (e relançamentos, como o de “Memória Paulistana”, organizado por Carlos Augusto Calil) e apresentações musicais.

A Praça Dom José Gaspar, onde está a Biblioteca Mário de Andrade, também passou por uma revitalização, com a implementação de um deck de madeira como extensão da área de leitura da biblioteca. A partir das 13h, o palco localizado na Rua Bráulio Gomes recebe Walter Franco, Naná Vasconcelos, Fabiano Araújo e Arild Andersen.

 

Confira a agenda para o dia 25/01:

 

Palco da Rua Bráulio Gomes (ao lado da biblioteca)

11h – Walter Franco

13h – Naná Vasconcelos, Fabiano Araújo e Arild Andersen no projeto Rheomusi

 

Hall principal da Biblioteca

15h – Cerimônia Oficial de Reabertura da Biblioteca Mário de Andrade

16h – Lançamento da segunda edição de “Memória Paulistana”, publicação da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo. Organizador: Carlos Augusto Calil. Projeto gráfico: Emilie Chamie.

17h – Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo

17h30 – Lançamento do ciclo “São Paulo: seus povos e suas músicas”, com curadoria musical de Anna Maria Kieffer.

 

A programação se extende pelos próximos meses, com o tema “São Paulo: seus povos e suas músicas”. Nos encontros semanais ocorrerão palestras de especialistas sobre os grupos de imigrantes que compõem a cidade e apresentações musicais.

 

Programação completa do ciclo “São Paulo: seus povos e suas músicas”:

29/jan – sábado – 16h às 18h – Árabes

palestras de: Soraya Smaili e Oswaldo Truzzi

apresentação musical: Guerreiros: os mouros e tradição musical do Brasil

 

05/fev – sábado -16h às 18h – Italianos

palestras de: Rosalba Fachinetti e Percival Tirapeli

apresentação musical: In terra lontana

 

12/fev – sábado – 15h às 17h – Russos

palestras de: Boris Schnairderman e Tatiana Belinky

apresentação musical: Cantos sacros e profanos

 

19/fev – sábado – 16h às 18h – Japoneses

palestras de: Jo Takahashi e Madalena Natsuko

apresentação musical: Tons de outono

 

26/fev – sábado – 16h às 18h – Germânicos

palestras de: Willi Bolle e Daniela Rothfuss

apresentação musical: Ecos do Reno e do Danúbio

 

12/mar – sábado – 16h às 18h – Húngaros

palestras de: Eva Piller e Anna Verônica Mautner

apresentação musical: Karikaso – danças cantadas

 

19/mar – sábado – 16h às 18h – Andinos

palestras de: Sidney Antonio da Silva e Jobana Moya

apresentação musical: Terras altas

 

26/mar – sábado – 16h às 18h – Judeus

palestras de: Maria Luiza Tucci Carneiro e Boris Fausto

apresentação musical: Música judaica – Ashkenasi e Sefaradi

 

02/abr – sábado – 16h às 18h – Espanhóis

palestras de: Anna Tomé e Elena Pajaro Peres

apresentação musical: Recuerdos, lembranzas, lembranças

 

09/abr – sábado – 16h às 18h – Poloneses

palestras de: Edith Gross Hojda e Krystyna Kasperowicz

apresentação musical: Gritos das montanhas

 

16/abr – sábado – 16h às 18h – Portugueses

palestras de: Antonio Claret e Sônia Maria de Freitas

apresentação musical: Cantas, danças e guitarradas

 

30/abr – sábado – 16h às 18h – Coreanos

palestras de: Yoo Na Kim e Maria Ruth Amaral de Sampaio

apresentação musical: Tradições Coreanas em São Paulo

 

07/mai – sábado – 16h às 18h – Africanos

palestras de: Maria Lúcia Montes e Salloma Salomão

apresentação musical: Comboio Atlântico

 

 

A Biblioteca Mário de Andrade fica na Rua da Consolação, 94, Centro.

Telefone: 3256-5270.

Mais informações, acesse o site da Biblioteca clicando aqui.

 

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Cidades, Diversão

Feira da Praça do Ventilador: muito além de vender artesanato

Um fim de semana, uma feira
Por Priscila Pires, Raphael Scire e Nathan Lopes

São Paulo é uma cidade conhecida por suas diversas opções de programas aos finais de semana. E as feiras são uma delas. No último mês de abril, fomos conhecer três diferentes tipos delas.

Para começar, a Feira da Praça do Ventilador, próxima ao número três mil da Avenida Engenheiro Caetano Álvares, na zona Norte da cidade. Ela é feita por três aposentados, que buscam algo mais do que vender seus artesanatos.

Ouça a primeria reportagem da série “Um fim de semana, uma feira” clicando aqui.

 
Get this widget | Track details | eSnips Social DNA

A feira da Praça do Ventilador acontece aos sábados das 8h às 17h, e aos domingos, das 8h às 13h.

Amanhã, o EspelhoSP apresenta a Feira da Kantuta, com sua música e culinária peculiares.

Deixe um comentário

Arquivado em Cidades, Diversão, Um fim de semana uma feira

Roteiros turísticos de Natal

Por Priscila Pires

Natal e cidade decorada são quase sinônimos. Pisca-pisca, árvore, presépio e a família Noel viram atração em São Paulo, e enchem de brilho os olhos dos moradores e turistas. A Avenida Paulista, a Ponte Estaiada e a Árvore do Ibirapuera, por exemplo, atraem todos os dias os visitantes (garantindo, inclusive, o “trânsito de dezembro“).

 

Decoração de Natal na Av. Paulista. (Foto: Caio Pimenta)

Decoração de Natal na Av. Paulista. (Foto: Caio Pimenta)

Pensando nisso, a Prefeitura de São Paulo, juntamente com a São Paulo Turismo  (SPTuris) organizou o “Roteiro Turístico Natal Iluminado”, trajeto noturno de ônibus que funciona até o dia 23 de dezembro. O passeio guiado custa R$ 10,00, e passa pela Avenida Paulista e pelo Parque do Ibirapuera, partindo do Centro Cultural São Paulo, todos os dias às 18h30. Os ingressos podem ser adquiridos nas Centrais de Informações Turísticas Olido e Paulista.

O Metrô de São Paulo também apostou no turismo de Natal, com o projeto “Turismetrô de Natal“. Até 26 de dezembro, aos sábados e domingos, os grupos se formam no balcão do Turismetrô, na Estação da Sé, às 16h. O itinerário passa pelo centro de São Paulo e Avenida Paulista e custa R$ 7,95 (o preço de 3 bilhetes de metrô).

Informações:

Roteiro Turístico Natal Iluminado 2010
Data: de 4 a 23 de dezembro
Horário: a partir das 18h30
Chegada prevista: 23h30
Ponto de partida: Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000 – próximo à estação de metrô Vergueiro)
Preço: R$ 10
Tel.: (11) 3331-7786
Venda: a partir de 29 de novembro, das 9h às 18h, nas Centrais de Informações Turísticas Olido (Avenida São João, 473) e Paulista (Avenida Paulista, 1853 – Parque Prefeito Mário Covas)
Turismetrô Especial de Natal
Data: 4, 5, 11, 12, 18, 19 e 26 de dezembro de 2010
Horários: 16h
Ponto de partida: Estação Sé do Metrô
Preço: R$ 7,95 (3 bilhetes de metrô)
Onde comprar: guichê do Turismetrô na Estação Sé
OBS: Em caso de chuva, o roteiro é cancelado.

Para mais informações sobre os roteiros de Natal, acesse a página do site TUR.SP, aqui.

Deixe um comentário

Arquivado em Cidades, Diversão

Pré-balada no Bar Matriz: música para quase todos os gostos

O Bar Matriz, localizado ao lado do Parque da Aclimação, na zona central de São Paulo, tem apostado na música ao vivo para atrair mais frequentadores. Às terças e quintas, a música sertaneja toma conta do bar, e a galera abre espaço entre as mesas para dançar. Às quartas, o futebol no telão divide espaço com a MPB, a partir das 20h. Sexta é dia de rock e aos sábados, o DJ Anderson Thomé, da Energia 97, agita o bar a partir das 22h. E desde outubro, aos sábados (a partir das 15h), a tradicional feijoada também vem acompanhada de música ao vivo.

 

Música ao vivo no Bar Matriz. Imagem: BaresSP

 

O cardápio é refinado, mas o preço é salgado: o combo couvert artístico + saquerita + porção de pasteis saiu por quase R$ 43,00, e a Picanha no Réchaud, uma das especialidades da casa, custa quase R$70,00.

Entrada do Bar Matriz

Curtiu? Então anote o endereço e boa pré-balada!

Bar Matriz: Rua Pedra Azul, 521 – Aclimação

Horário de Funcionamento: Seg-Sex das 17h até o último cliente. Sábado e domingo: a partir das 11h.

Deixe um comentário

Arquivado em Diversão, Gastronomia

Dia das crianças eram todos no antigo Playcenter

Por Nathan Lopes

12 de outubro é feriado e dia das crianças. Se hoje não fosse 2010, mas uns quinze anos atrás, não haveria lugar melhor para passar a data com filhos, sobrinhos e primos pequenos do que o Playcenter. Ele era líder nas listas de pedido dessa faixa etária para passear nos finais de semana.

As culpadas disso eram as atrações do parque de diversões: Casa Maluca, Roda Panorâmica, as montanhas-russas, o teleférico, o trenzinho. Porém, elas não eram o grande símbolo do Playcenter. Esse era o posto da Montanha Encantada, que pode ser relembrada no vídeo abaixo, tirado do YouTube.

É difícil encontrar alguém, hoje já jovem ou adulto, que não tenha entrado no barco em formato de tronco e passado algo como dez minutos ouvindo que “na Montanha Encantada é gostoso navegar (…)”. Era obrigatório, mesmo sem gostar, pegar uma imensa fila para ver bonecos eletrônicos no ritmo robótico dos anos 80 dançarem ao som da música tema da atração.

Mas isso já não acontece mais. Esse Playcenter mudou. Ficou pequeno, perdeu seus brinquedos históricos. Não tem fanfarras nem nada do gênero. O principal parque de diversões da cidade cresceu; não é mais um lugar de criança, como um dia já foi; algo que se pode lembrar por este vídeo institucional de 1986.

Quem ficou sem passar pelas catracas da entrada do Playcenter em um intervalo de dez anos, pode levar um susto na hora de ver o que ele é atualmente. Não que esteja ruim, mas deixou de ser “o Playcenter” para tornar-se mais um parque de diversões como outro qualquer.

Lembrar do Playcenter não é mais lembrar de criança. Mas lembrar de parte da infância ainda é, para alguns, lembrar do Playcenter, um lugar em que sempre era dia das crianças.

2 Comentários

Arquivado em Cidades, Diversão