Em dez anos, mais de 7 milhões de brasileiras foram agredidas

SP em notícia pelo mundo
Por Nathan Lopes

Cada dos minutos cinco brasileñas son maltratadas (A cada dois minutos, cinco brasileiras são maltratadas)
El País (Espanha) 22 de fevereiro de 2011

O estudo supervisionado pelo professor da Universidade de São Paulo Gustavo Venturi repercutiu na Espanha com o número de 7,2 milhões de mulheres terem sido agredidas no Brasil. Foram entrevistadas 2.365 mulheres e 1.185 homens com mais de 15 anos em 25 estados brasileiros para “A mulher brasileira nos espaços público e privado”.

Ao jornal espanhol, Venturi diz que “os dados revelam a violência contra a mulher não ser apenas um problema privado do casal, mas social, exigindo políticas públicas”.

De 2001 a 2010, verificou-se uma pequena diminuição nas agressões, fato atribuído pelos pesquisadores à lei Maria da Penha. Em vigor desde 2006, ela “castiga com penas severas os agressores”, aponta o “El País”.

A pesquisa também conseguiu a informação de que 8% dos homens assumem ter maltratado uma mulher; e 48% dizem conhecer um amigo que já o tenha feito. “Segundo Gustavo Venturi, ‘isso permite deduzir que o número de agressores está subestimado’”.

O jornal ainda destaca que o Brasil “registra uma das taxas de assassinatos de mulheres mais altas do mundo, com uma porcentagem de 4,2 mulheres assassinadas a cada 100 mil habitantes, enquanto na Europa a cifra está em 0,5”.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em SP em notícia pelo mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s