Avenida Paulista é o retrato de São Paulo para australiana

SP em notícia pelo mundoEspecial de aniversário de São Paulo
Por Nathan Lopes

“O Rio tem a agitação de Copacabana e do Carnaval, mas para atrações mais culturais e cerebrais, São Paulo é o melhor”, começa o texto de Kristie Kellahan, de março de 2010, sobre a avenida mais conhecida da capital paulista. “Rua esperta: Avenida Paulista, São Paulo” é o título de seu artigo para o “Sydney Morning Herald”, da Austrália.

“Moradores dizem que uma caminhada por ela – em todos os seus três quilômetros – é a melhor maneira de ter uma ideia da cidade e de suas atrações mais famosas”. Nas linhas de seu texto, Kristie conta o que os quase um milhão de pedestres pode encontrar ao andar pelas calçadas de nove metros de largura.

No dia do aniversário de São Paulo, o EspelhoSP, mais uma vez, mostra outra visão estrangeira sobre a cidade. Desta vez, com foco em cinco pontos da Avenida Paulista.

“Smart street: Avenida Paulista, Sao Paulo” (Rua esperta: Avenida Paulista, São Paulo)
Sydney Morning Herald (Austrália)7 de março de 2010

Museu de Arte de São Paulo

“Apelidado de MASP, o museu é constantemente avaliado como um dos melhores da América Latina, com uma impressionante coleção, que inclui trabalhos de Rembrandt, Rubens, Renoir e Raphael”. Kristie Kellahan diz ainda que o edifício por si só – uma gigante caixa de vidro suspensa por quatro pilares vermelhos – vale uma olhada, “mesmo se sua ideia de purgatório contempla as obras de arte do século XIX”. Ela também destaca a feira de antiguidades aos domingos no vão livre do MASP.

Teatro do SESI São Paulo

As contribuições obrigatórias da indústria brasileira são canalizadas em uma instituição independente e sem fins lucrativos para promover a cultura e o bem-estar social. Com estas palavras, Kristie descreve a atuação do SESI em seu espaço cultural, que apresenta teatro, cinema, música, dança, além de algumas produções gratuitas. “Não surpreende que essas entradas acabam rapidamente”.

De la creme patisserie

“Depois de um dia passeando por galerias e livrarias, pegue algo doce com algumas surpresas especiais na De la creme pâtisserie”. Ela diz que a especialidade da casa está nos bolos, biscoitos e chocolates caseiros. “O aroma na loja é uma prévia do céu”. A principal sugestão de Kristie Kellahan é o pão de mel, “um bolo de mel com chocolate derretido”.

Livraria Cultura

“Para muitos viajantes, livros são a melhor lembrança. Esta livraria de três andares em São Paulo parece a caverna de Aladin”. Kristie conta um pouco sobre o início da Livraria Cultura, em 1947, e sua situação atual, com nove lojas, sendo a da Paulista a maior do ramo no Brasil. “Ela armazena mais de 2,5 milhões de títulos em espanhol, inglês, francês e português. José Saramago chamou-a de catedral dos livros, moderna, eficaz e linda”.

Casa das Rosas

Por ser uma das poucas remanescentes da época em que a Avenida Paulista era caracterizada por mansões, a Casa das Rosas foi declarada patrimônio público. “Construída em 1937 como uma casa, ela apresenta traços de Art Nouveau”. Kristie Kellahan sugere visitas às suas exposições de arte, concertos e peças que lá acontecem regularmente. “Ou apareça de qualquer maneira por seu jardim de rosas e sua aclamada biblioteca. É cultura por osmose”.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em SP em notícia pelo mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s