Carpe Diem em segredo

Descansando de São Paulo
Por Luma Pereira

Dirigido por Peter Weir, Sociedade dos Poetas Mortos é um drama estadunidense de 1989. O filme se passa em 1959 e conta a história do professor de poesia John Keating (Robin Williams) e dos alunos da conservadora Academia Welton, escola preparatória para rapazes.

Enquanto a instituição de ensino preza pela disciplina dos alunos e pela manutenção das tradições seculares, Keating almeja ensinar aos jovens a pensarem sozinhos sobre filosofia e questões da própria existência.

Por utilizar esse método de ensino diferente do convencional, o professor acaba entrando em conflito com a tradicional Welton, o que ocasiona para ele alguns problemas.

 O protagonista incentiva os alunos a fazem de suas vidas algo extraordinário – a vivê-la intensamente. A expressão latina Carpe Diem (significado: “aproveite o momento”), do poeta romano Horácio, passa ser o tema da vida dos jovens de Welton.

O objetivo deles é pensar no que importa verdadeiramente no instante do agora. Querem perceber quais são suas verdadeiras vontades e intuitos na vida, além de descobrir qual é a vocação e talento que têm. Com Keating, eles percebem que cada momento tem a sua maneira de ser importante e único.

No decorrer das aulas, o professor conta aos alunos sobre a existência de uma sociedade dos poetas mortos, fundada há tempos por um grupo de estudantes da mesma escola. Eles se reuniam para ler poesia e estudar autores renomados da literatura.

Alguns jovens decidem, então, reavivar essa sociedade, colocando em prática os costumes dela. Encontram um lugar secreto onde lêem poesia, discutem filosofia e conversam sobre a existência.

Os participantes mais entusiasmados do grupo são Neil Perry (Robert Sean Leonard) e Todd Anderson (Ethan Hawke). Numa das cenas da película, Todd, estimulado por Keating, compõe um poema em tempo real, na frente da classe toda. Esses são alguns dos versos:

“A verdade é como um cobertor que sempre deixa os pés frios.

Puxa-se, estica-se, mas nunca é suficiente. Nunca nos cobre por inteiro.

E, desde que nascemos, chorando, até que partimos, morrendo,

Apenas cobrirá o rosto quando se geme, chora e grita!”

Sociedade dos Poetas Mortos nos mostra que é importante estudar e ter uma profissão. Mas não podemos deixar de lado as realizações pessoais, os sentimentos e a poesia. Keating ensinou os jovens de Welton a viver a vida de verso em verso.

O filme ganhou o Oscar de 1999 na categoria de melhor roteiro original. Além disso, recebeu a indicação de melhor filme, melhor diretor e melhor ator (Robin Williams).

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Descansando de SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s