Amor disfarçado de amizade

Descansando de SP
Por Luma Pereira

Dirigido por Howard Zieff, Meu Primeiro Amor (My Girl) é um drama/romance norte-americano de 1991. O filme se passa em Madison – Pensilvânia, em 1972, e começa com Vada Sultenfuss (Anna Chlumsky) contando como foi a primeira vez que se apaixonou, aos 11 anos de idade, pelo grande amigo Thomas J. Sennett (Macaulay Culkin).

O pai da protagonista, Harry Sultenfuss (Dan Aykroyd) é um agente funerário viúvo que não entende as dúvidas da filha pré-adolescente. Quando Harry se apaixona por Shelly Devoto (Jamie Lee Curtis), maquiadora de defuntos com quem trabalha, Vada fica com ciúmes do pai. Então, ela se apóia na amizade de Thomas J., que posteriormente se torna seu primeiro amor.

Vada e Thomas se divertem muito durante o verão. Sobem em árvores, conversam, correm. O garoto é do tipo tímido e impopular, não tendo muitos outros amigos. Ele e a protagonista se identificam e passam a maior parte do tempo juntos. É numa dessas vezes que ambos se beijam pela primeira vez – a cena clássica do beijo inocente ao lado da árvore, perto do lago. Vada usa o anel do humor, moda nos anos 90, objeto importante no filme.

Inicialmente, a protagonista pensa amar o professor de inglês, Jake Bixler (Griffin Dunne), e chega a realizar um curso de poesia no verão apenas para impressioná-lo e poder ficar perto dele. Ela sofre quando descobre que o amado está noivo e que é impossível ocorrer um romance entre eles. Até perceber que gosta mesmo é do amigo Thomas.

Entretanto, o romance é substituído pelo drama quando o garoto é picado por abelhas – ele é alérgico a elas. Então, o tema da morte, que sempre esteve presente na vida de Vada devido à profissão do pai e ao falecimento da mãe, mais uma vez pode voltar a fazer parte das recordações da menina.

Meu Primeiro Amor se tornou um clássico do cinema mundial. A música tema da película, My Girl (1964), do grupo vocal The Temptations, tornou-se uma referência direta ao filme estadunidense. Além disso, a película ganhou o prêmio MTV Movie Awards na categoria de melhor beijo.

Mas não foi apenas a cena do beijo que se tornou conhecida e emocionou muito o público. Outra parte do filme também é responsável por causar lágrimas nos espectadores. Aquela cena em que Vada declama o poema que fez para a aula do professor Jake, intitulado Salgueiro Chorão – com referências aos momentos que passou com Thomas.

O primeiro amor de Vada marcou sua passagem da infância para a adolescência, fazendo com que ela amadurecesse. Aceitou o romance do pai com Shelly, aprendeu a lidar com perdas e fez novos amigos. Encontrou resposta para as questões que tinha, e também arranjou novas perguntas.

O filme estadunidense tem uma atmosfera leve que nos remete às pequenas importâncias pelas quais passamos na vida – as quais nos rendem lembranças marcantes. É de se desejar que a vida toda seja repleta de primeiros amores. Para Vada, o amor veio disfarçado da amizade de Thomas J..

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Descansando de SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s