Escrita de paixão

Descansando de SP

Por Luma Pereira

Shakespeare Apaixonado é uma comédia romântica estadunidense de 1998, dirigida por John Madden. Ambientado no século XVI (1593), o filme conta a história de William Shakesperare (Joseph Fiennes), poeta e dramaturgo inglês que precisa escrever uma peça sobre um romance de fim trágico.

Porém, pressionado pelos patrocinadores do espetáculo e por si mesmo, o artista acaba encontrando problemas no processo criativo. Até que conhece Lady Viola De Lesseps (Gwyneth Paltrow), a qual se torna sua musa inspiradora, estimulando-o a escrever a famosa história de Romeu e Julieta.

Viola pertence a uma classe social privilegiada: a nobreza. Logo terá que se casar com Lorde Wessex (Colin Firth), para quem foi prometida. Porém, o sonho da jovem é ser atriz – algo proibido para as mulheres daquela época. Então, a fim de contornar os preconceitos, ela se disfarça de homem para poder atuar na peça de Shakespeare.

Juntos, ela e o dramaturgo ensaiam o espetáculo e acabam se apaixonando. Shakespeare conhece sua Julieta antes mesmo que ela seja escrita no papel. Apaixona-se tão intensamente por Viola, que vê naquele romance o amor sobre o qual gostaria de escrever. Assim, o protagonista se inspira e consegue continuar escrevendo o texto.

Quando a jovem atua para ele nos ensaios da peça, a realidade do rosto e dos gestos dela se confunde com a história ficcional que ele estava escrevendo. Assim, a cada toque e a cada palavra trocada entre ambos, Shakespeare se inspira e elabora uma nova passagem de Romeu e Julieta.

A princípio, o nome da peça seria Romeu e Ethel, a filha do pirata, mas logo o autor muda o título para Romeu e Julieta, como hoje é conhecida. É importante destacar que não se sabe se é verdade que o dramaturgo inglês tenha sido motivado por uma paixão própria para escrever a tragédia – Shakespeare Apaixonado é ficcional.

O filme venceu o Oscar de 1999 em sete categorias: melhor filme, melhor atriz (Gwyneth Paltrow), melhor atriz coadjuvante (Judi Dench), melhor direção de arte, melhor figurino, melhor trilha sonora de comédia/musical, melhor roteiro original. Shakespeare Apaixonado fez sucesso, pois abordou um tema do interesse da maioria das pessoas: o amor.

O protagonista empresta os próprios sentimentos verdadeiros para criar sua peça ficcional – a escrita é feita de paixão. Além de musa inspiradora, Viola se tornou, na película, uma personagem da vida real de William Shakespeare. Mais uma vez, a arte imitou a vida e fez de Viola não apenas a Julieta de Romeu, mas a amada do próprio dramaturgo inglês.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Descansando de SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s