Os outros quem são?

Descansando de SP
Por Luma Pereira

“Às vezes, o mundo dos mortos mistura-se com o dos vivos”

Fala da Sra. Mills no filme Os Outros.

Dirigido por Alejandro Amenábar, o filme Os Outros é uma produção hispano-franco-americana de 2001.

Durante a segunda Guerra Mundial, Grace Stewart (Nicole Kidman) se muda com os dois filhos, Anne Stewart (Alakina Mann) e Nicholas Stewart (James Bentley), para uma mansão na isolada ilha de Jersey, Inglaterra. Na nova residência, ela espera o término da guerra e o retorno do marido, Charles Stewart (Christopher Eccleston), que está em combate.

Entretanto, com a contratação dos três novos criados, a Sra. Bertha Mills (Fionnula Flanagan), o Sr. Edmund Tuttle (Eric Sykes) e Lydia (Elaine Cassidy), fatos incomuns começam a acontecer na casa. A película é uma adaptação do livro A Volta do Parafuso, de Henry James, publicado originalmente em 1898.

Devido à doença de Anne e Nicholas, a qual não permite que sejam expostos à luz do sol, a mansão tem que ficar todo o tempo na escuridão, isolada por pesadas cortinas. A penumbra e a constante iluminação com velas conferem ao filme uma atmosfera de suspense e medo, na qual a surpresa está no detalhe. A impressão é de que a noite nunca termina.

Além disso, Grace disciplina os filhos de maneira rigorosa. Eles têm que estudar a religião católica todos os dias, sendo que a protagonista afirma a existência do limbo, o qual ela descreve como um lugar de tormento. Grace os ensina também a nunca abrir a porta de um cômodo sem ter fechado a do anterior.

Entretanto, quando algumas dessas regras são quebradas, fatos estranhos acontecem. Por exemplo, o piano começa a tocar num quarto vazio e trancado. Ou quando Anne realiza desenhos de quatro pessoas que ela diz ver pela mansão: um homem, uma mulher, um garoto chamado Victor (Alexander Vince) e uma idosa, a Sra. Marlish (Michelle Fairley).

Os três criados ficam à espreita de Grace, Anne e Nicholas, e sabem mais do que aparentam sobre o que ocorre na casa. Eles são a chave do mistério. Ao longo do filme, Amenábar fornece ao público pistas da verdade sobre os moradores da mansão.

Tudo leva a crer na existência de intrusos na casa. Como numa cena em que Anne é vista por Grace com o rosto e o corpo de uma senhora, parecendo estar possuída pela idosa. Aparentemente, duas famílias convivem na residência, a de Grace e a da Sra. Marlish. Mas como saber qual delas ainda existe, e qual já não está mais lá?

Com um final surpreendente, Os Outros nos faz pensar que a nossa presença pode não ser a única no espaço que ocupamos. Pode ser até mesmo pretensão nossa pensar que estamos sozinhos. Quem são os intrusos: mortos ou vivos? Quem de fato são os outros?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Descansando de SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s