Conhecendo Santiago pelo transporte

Por Nathan Lopes

O sistema de ônibus e metrô reflete o cotidiano da cidade

O horário de funcionamento do transporte de uma cidade é uma forma de conhecê-la. O metrô de Santiago, durante a semana, funciona das 6 às 23 horas. E ao longo de todo esse tempo ele está lotado. Pela manhã e no começo da noite é uma missão quase impossível embarcar. Parece que a população inteira levanta ao mesmo tempo e vai para casa descansar na mesma hora.

Um dos trens do metrô de Santiago

Um dos trens do metrô de Santiago

Santiago não é uma cidade de vida noturna. Mas nem por isso deixa de tê-la. Ela acontece no bairro Bellavista e na Avenida Manuel Montt. São bares, pubs, pizzarias, karaokês e discotecas. Encontrar pessoas nas ruas durante a madrugada é possível apenas nessas regiões. E, ainda assim, somente nas proximidades dos carretes, as baladas deles. Anda-se um e outro quarteirão mais distantes e logo se está em uma região erma.

A sensação desértica aumenta em quantidade expressiva aos domingos. Nada está aberto na cidade. O metrô, para se ter uma ideia, só abre às 8 horas. Os chilenos são muito religiosos e respeitam o primeiro dia da semana como o do descanso. Achar um lugar para almoçar, jantar, sair para conversar passa a ser uma aventura. É preciso desbravar Santiago. O domingo ganhou um apelido entre os jovens: fomingo. Fome, para eles, é “chato”. 

Os trens do metrô de Santiago usam pneus

Os trens do metrô de Santiago usam pneus

E mesmo aos domingos o metrô está cheio. A rede metroviária cobre grande parte da cidade e os trens tornaram-se o principal meio de locomoção na cidade.

A questão é que o horário de pico durante a semana é muito maior. Às 20 horas ainda há dificuldade para embarcar. Para ajudar, os trens deles não são tão rápidos como os de São Paulo. A velocidade do metrô de Santiago equipara-se à da nossa CPTM, inclusive na qualidade e espaço das composições. Se aqui a recomendação é ir para o corredor, lá este praticamente não existe. Por outro lado, os vagões são interligados, o que facilita um mínimo que seja de dispersão. 

Do metrô também dá para ver a onipresente cordilheira

Do metrô também dá para ver a onipresente cordilheira

Se embaixo da terra a situação não é boa, por cima tudo parece mais tranquilo. Congestionamentos, se ocorrem, são consequência de algum acidente. Também não se vê nenhum ônibus fantasiado de lata de sardinha. Sobre estes, cabe um aviso. Os “bus” só aceitam BIP, uma espécie de Bilhete Único, mas que não tem a mesma função. Ele funciona como um cartão de crédito, tirando o dinheiro de dentro dos veículos e diminuindo os roubos. Os ônibus não têm cobrador nem catraca, apenas um aparelho em que se passa o BIP. 

O metrô de Santiago acaba servindo para as locomoções mais longas e distantes enquanto os outros veículos, para deslocamentos mais curtos. Com o transporte fluindo bem – apesar da lotação, no caso do metrô -, a capital chilena consegue ir para onde quer sem perder tempo no trânsito. E descansar bem aos fomingos, digo, domingos.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Cidades

4 Respostas para “Conhecendo Santiago pelo transporte

  1. Brazuca Chile

    Oi Nathan,
    Na verdade o metro de Santiago abre às 6 horas no domingo: http://www.metrosantiago.cl/guia-viajero/horarios

    Comparada à São Paulo, Santiago praticamente não tem vida noturna e restaurantes no domingo mas, como alguns amigos dizem, São Paulo só perde para algumas poucas cidades no mundo quando o assunto é diversão e gastronomia.

  2. Oi Nathan,
    Na verdade o metro de Santiago abre às 6 horas no domingo: http://www.metrosantiago.cl/guia-viajero/horarios

    Comparada à São Paulo, Santiago praticamente não tem vida noturna e restaurantes no domingo mas, como alguns amigos dizem, São Paulo só perde para algumas poucas cidades no mundo quando o assunto é diversão e gastronomia.
    []’s

    • Brazuka, obrigado por ter lido.

      Então, em um domingo eu ia para a estação de ski. A gente planejava pegar o metrô às 7 horas e, de lá, um ônibus.
      Chegamos na estação e demos de cara as portas fechadas. O segurança disse que só abria às 8h e mostrou a placa pra gente. E tava lá escrito. Talvez tenha mudado recentemente.

      É verdade, São Paulo tem muita coisa quando se trata de diversão, mas acho que em breve Santiago melhora essa parte. Bem, o que tem é muito bem feito.

      Obrigado! Abração!

  3. Nathan,

    você tem razão sobre o metro aos domingos, abre apenas depois das 8 da manhã.
    Eu chequei no site mas vi uma informação errada. Bem, ainda que eu descobri isso pois estava acreditando que o metro abria às 6:00 horas.
    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s