Exilados

Por Flávia Leal

O filme do diretor gaúcho Paulo Nascimento conta a trajetória de um grupo de brasileiros envolvidos na luta armada durante a ditadura militar. Em teu nome evidencia o período de maior perseguição política após a decretação do Ato Institucional número 5 (AI-5), e as frequentes crueldades das torturas aos presos políticos e o posterior exílio em outros países.

O protagonista é o estudante de engenharia João Carlos Bona Garcia, com boa interpretação de Leonardo Machado. Já seu par romântico e companheira durante o exílio, interpretada por Fernanda Moro, não se encaixou bem à trama e a atuação não empolga. Entretanto, outras performances que se destacam são a dos atores Silvia Buarque e Marcos Paulo.

O grupo de Bona, militantes da Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), teve o nome relacionado ao sequestro do embaixador suíço Giovanni Enrico Bucher, comandado por Carlos Lamarca. Porém, foram beneficiados com isso, pois em troca da libertação do diplomata foram soltos e depois exilados. O filme mostra bem as dificuldades enfrentadas no regime de Pinochet no Chile e as adaptações a outros países, como Argélia e França.

Premiado com quatro kikitos no festival de Gramado de 2009, o filme faz um bom panorama desse período da história brasileira, mas o roteiro não é instigante. A sensação que passa em alguns momentos é de uma repetição de lugares-comuns. Porém polemiza a questão da anistia. Debate à tona.

Assista ao trailer:

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s