Fórmula importada, mas com jeitinho brasileiro

Por Raphael Scire

Futebol é a paixão nacional e mesmo quem não gosta não tem escapatória às quartas feiras: duas emissoras da televisão aberta exibem jogos. Globo e Bandeirantes detêm os direitos de exibição e as outras emissoras entram num salve-se quem puder para conseguir alavancar as audiências de seus programas.

O SBT acertou em cheio ao colocar “Esquadrão da Moda” para competir com o bate bola. “Esquadrão da Moda” é uma alternativa para quem não suporta ou simplesmente não gosta de futebol. O programa é a versão brasileira do britânico “What not to wear”, sucesso no mundo todo.  A fórmula é simples: a missão dos apresentadores Isabella Fiorentino e Arlindo Grund é transformar uma pessoa que, supostamente, se veste mal. A “vítima” em questão é seguida por algumas semanas pela equipe de produção do programa, sem saber que irá participar do programa, uma vez que foi inscrita por um terceiro. Isabella e Grund representam o “jeitinho brasileiro” do programa e, não seria exagero afirmar, são os grandes responsáveis pelo sucesso aqui no Brasil.

O papel de “algozes” cabe a eles.  Os dois mostram um entrosamento único em cena e a sintonia entre eles é diretamente refletida para os telespectadores. Situações inusitadas são mostradas e em momento algum eles pegam leve com a participante – sim, somente mulheres podem se inscrever, uma lacuna do programa, afinal, os homens não ligam para moda? Ou será que eles (a produção incluída) acham que todos os homens se vestem bem?

Destaque ainda maior para Isabella, que mostrou que além de linda é capaz de segurar um programa, e muito bem. Além de dicas de moda vindas de dois grandes especialistas no assunto e um guarda roupa renovado, a participante recebe ainda um repaginamento no final, com direito à maquiagem e cabelo. O resultado disso tudo é a melhora da autoestima da mulher que participa. E a audiência do programa, consolidade em média de 9 pontos, é a prova de que nem só de futebol vive o Brasil.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em TV

4 Respostas para “Fórmula importada, mas com jeitinho brasileiro

  1. adorei rapha
    e eu até gosto deles apresentando.
    superou os desastres que são as “versões brasileiras” das coisas hahahah

  2. Concordo com você. Acho que os dois estão muito bem apresentando.

  3. Mas não tem só futebol de quarta. O SBT conquistou um público com o seu programa. A Record alcança seus maiores índices de audiência com sua novela justamente nesse dia. Por fora, tem o sempre bem produzidos “Todo Seu”, na Gazeta, e o “Ensaio”, na Cultura. Esse dois sempre dão lá seus dois pontos, o que não é pouca coisa. São cerca de cem mil televisores ligados. É quase um Maracanã de audiência. Pense nessa cena. E também tem os outros programas dos outros canais. A maioria vê futebol, mas tem uma grande quantidade de gente nas outras opções da quarta à noite na TV.

  4. ADORO o programa! A Isabella e o Arlindo são lindos e fofos – sim, sou fã. haha. Adorei o texto, Rapha, beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s